quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Porque é que custa tanto esquecer-te?

Tento não me lembrar de ti, tento esquecer-te.. e consigo, sabes?! Consigo desanuviar e distrair-me, mas depois qualquer coisa faz-me lembrar-me de ti, faz-me recordar tudo o que passamos.
E quando sonho contigo? É triste, muito triste.
Por vezes, ainda penso "será que tudo não passa de um pesadelo do qual não consigo acordar?" - mas depois apercebo-me que é a realidade, dura e crua.
Queria deixar de te amar. Queria deixar de sentir que perdi a pessoa que eu mais desejava passar os meus dias, que imaginava sempre do meu lado. Queria deixar fazer de ti, a razão do meu sofrimento e tormento. Queria poder desligar esta dor, apagar esta dor..
Queria que te lembrasses sempre de mim, mas.. dói tanto quando penso que já sou teu passado e que no presente tens outra a ocupar a tua mente.
Queria deixar de pensar que um dia poderei perdoar-te e que haverá um dia em que voltarás a ser meu.
Como vês, ainda sonho muito.  


|imagem - we heart it|

sábado, 17 de dezembro de 2011

Ser sincera tem destas coisas..

Porque é que depois de ser sincera, ou seja, dizer  tudo o que sinto e não sinto em relação a determinada situação, tenho a sensação de "será que devia ter dito?!".
Eu sou 8 ou 80, ora digo logo tudo na cara (isso é certo se estiver chateada) ou então noutras situações penso muito se digo ou não.
Não gosto de quando levam a mal, mesmo sabendo que é verdade, e ficam chateados na mesma.. 
E como sou orgulhosa, também não dou o braço a torcer. Mas fico triste com estas situações.
Fico com o coração apertado, mas se eu não disser o que tenho a dizer arrebento.

|imagem - we heart it|

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Parabéns a moi :D

Hoje completo 20 anos.
Ainda parece ontem que tinha os meus 15 anos, e andava a queixar-me "Fogo, nunca mais tenho 18 anos" ou "Como será quando tiver 20 anos?" .
Pois é, o tempo passa e cada vez mais rápido.
Beijinhos a todos, e voltarei em breve.
|imagem - we heart it|
Dito, e feito :)

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Ai que ando mesmo desaparecida ..

Não gosto de deixar o meu cantinho assim, para aqui.. abandonado, triste e só. Mas tenho andado tão ocupada, tem vezes que chego tardíssimo a casa, que nem tenho forças para escrever.
Já sinto saudades, é verdade. 
Em breve voltarei novamente em força.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

É sempre assim..

Quando não temos nada para fazer, não temos mesmo nada para fazer. Quando começamos a ter muito (mas mesmo muito) que fazer, vem mais uma dúzia de outras tantas coisas para fazer.
Conclusão: Ou temos tempo que chegue e sobre, ou então não temos tempo para fazer nada, não há meio termo. 

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Concluí que andei um ano e alguns meses a sonhar sozinha..

Uma vez eu disse:
   "Os sonhos nunca desaparecem, as pessoas por vezes, é que os abandonam."
 
Ao qual me respondes-te:
   "Vai atrás deles, só assim saberás se é um sonho ou uma realidade."
Eu fui atrás de um sonho, o nosso, que para mim era realidade, e que para ti não passou de um sonho que abandonaste.
Ainda não consegui esquecer-te, no entanto, tento não lembrar-me de ti!

|imagem - we heart it|

domingo, 13 de novembro de 2011

Desta vez, não valeu a pena prevenir..

Desde ontem comecei a andar medicada, devido a uma infecçãozita (nada de grave), no entanto tenho de tomar o antibiótico de 12 em 12 horas.
Como ontem tomei às 21h da noite, tinha que tomar hoje às 9h da manhã. Então, ontem à noite pensei "Ora bolas, amanhã é domingo, e não me apetecia nada levantar-me às nove da manhã para ir buscar água à cozinha para tomar o comprimido!" , então que é que eu fiz?! 
Trouxe uma garrafinha de água, para de manhã poder tomar o comprimido sem ter que me levantar. Voilá!
Hoje, 9h da manhã, toca o despertador a avisar. Acordo, até que penso para mim, "boa, tens a água, mas esqueceste-te que faz mal tomar comprimidos em jejum", e pronto, tanta coisa tanta coisa e lá tive mesmo que me levantar para ir à cozinha comer duas bolachas (e sem fome).
Soube tão mal!
|imagem - we heart it|

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

E depois, há aqueles dias em que dizemos coisas que não têm nada a ver!!!

 
Numa noite destas, estava eu em frente ao computador, até que eu disse para mim e para os meus botões:
"Vou vestir-me no chão!" - mas depois pensei no que tinha dito, e não tinha qualquer lógica, pois o que eu queria ter dito era "Vou deitar-me!". Tem tudo a ver realmente. Não sei onde fui buscar essa do "vou vestir-me no chão!".

 
 
 
 
|imagem - we heart it|

domingo, 6 de novembro de 2011

Que tormento!

Porque é que agora sonho quase todas as noites contigo?
Sonhos não, sonhos eram antes, agora posso dizer que são pesadelos!
Enquanto o que mais quero é deixar de pensar em ti!!!
 Tenho medo de adormecer.. só com medo de te ter a controlar a minha mente!
Se me deixaste, por favor, liberta também o meu coração.
|imagem - we heart it|

terça-feira, 1 de novembro de 2011

É impossível esquecer #13

Há uns anos atrás, chego eu ao liceu com umas Jeans novas, ficavam-me super bem, e as minhas amigas perguntaram-me:
Onde é que as compraste?
Na Worten!
Onde? Na Worten? - e riram-se - Tens a certeza?
Sim!! Quê, agora não sei onde comprei as Jeans?!
Quanto vale que não foi lá que compraste as calças?? - e continuavam a rir-se feitas tolas
Ui, ora perguntem à minha mãe! - eu já estava a ficar toda enervada - Ela foi comigo compra-las! E eu bem sei onde as comprei e foi na Worten!!!
Oh M, foi na Worten ou na Modalfa???
Fiquei a olhar para elas pensadora e com cara de pateta, e depois de dar conta do meu erro, quem se riu, feita tola, fui eu.

Sim, tem tudo haver "Worten = Modalfa"!

|imagem - we heart it|

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Balanço do Mês de Outubro

O nosso amor era enorme..
 mas..
Deixaste-me..

Deixei de escrever cartas para ti.. 
mas.. 
infelizmente continuo a escrever-te no meu coração..

|imagem - we heart it|

domingo, 30 de outubro de 2011

Estou confusa..


Uma das pessoas mais importantes da minha vida faz anos, mas eu não tenho a certeza se é hoje ou amanhã!! E claro que não lhe quero perguntar. Já fui ao facebook dele e o saloio não pôs lá a data de nascimento -.-
Anos a festejar o aniversário dele e agora não me lembro da data?!!! 
Apesar da minha boa memória, eu e as datas de aniversário não somos muito pegadas. Claro que me lembro de algumas datas, óbvio, mas a maioria esqueço-me totalmente!
Ai se não fosse às vezes o facebook (lá a lembrar os aniversários) ou o memorando no telemóvel..



 
|imagem - we heart it|

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

E o que nos vale?

É ter amigos! Aqueles amigos que estão sempre lá, aqui, ali, acolá, sempre prontos a ajudar e a apoiar!
Não digo aqueles amigos que estão sempre lá e depois vão.. , eu digo mesmo aqueles amigos que estão lá e estarão sempre lá.
Obrigada meus amigos pelo apoio.
Obrigada a vocês, meus seguidores/leitores, obrigada pelo apoio!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

O único momento difícil do meu dia ..?

Ouvir a tua voz..
|imagem - we heart it|

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Também vos acontece isto?

Já me aconteceu imensas vezes, isto:
A sério. Quando estou com a cabeça muito ocupada, ou com a cabeça a vaguear algures por outro planeta, acontece sempre.
E depois fico a repetir imensas vezes "Que é que eu vinha aqui fazer? - Ui, que é que eu vinha fazer aqui? - Ui, fogo!!" - E se estiver acompanhada por exemplo pela minha mãe "Sabes o que é que eu vinha aqui buscar???".
Não acontece só na ida ao frigorífico. Até já me aconteceu querer ir à casa de banho, mas depois fico no paleio ou assim, e depois fico a pensar "onde é que eu ia?"..
A minha táctica para me lembrar (nem sempre resulta), mas.. volto para o sítio que estava e faço o que estava a fazer e percorro o mesmo trajecto para o local que me encontrava, às vezes resulta!
E não acredito que seja só a mim que aconteça destas coisas, pois não?
|imagem - algures pelo facebook|

domingo, 23 de outubro de 2011

Finalmente..

Como soube bem sentir o vento a roçar na orelha, e sacudir o meu cabelo para trás.
Senti-me uma criança quando saí de casa e apanhei com chuva na cabeça, como me soube bem..
Ficava ali, uma eternidade, sem me importar que me estragasse o penteado, sem me importar de ficar toda encharcada, sem me importar se parecesse uma tola. 
Naquele pequeno espaço de tempo em que saí do apartamento e corri para o carro, de sorriso no rosto, senti uma paz imensa a invadir-me a alma..
A chuva caiu na minha cabeça, nos meus ombros, apaziguou-me, senti que estava comigo, senti uma leveza enorme, senti que nada me atormentava naquele momento, quase como se a chuva me compreendesse e levasse os meus pesadelos consigo.
Sabe-me bem, olhar lá para fora e ver a chuva a cair, em vez de lágrimas a escorrerem-me pelo rosto. Vou tentar não estar triste, não ficar com o pensamento ocupado. Vou apenas ficar aqui no sofá, enrolada nos cobertores e ouvir a chuva a cair lá fora.., sim, quero ouvir a paz..
|imagem - we heart it|

sábado, 22 de outubro de 2011

Acabou-se, não há mais "ele", não há mais "cartas para ti".. não há mais nada!!!

Ele seguiu o caminho dele sem me ter dito. Foi um cobarde que não me soube dizer o que se passava, foi um cobarde em deixar-me sofrer e ficar preocupada.
Como disse um amigo meu, "Ele é tão cobarde que nem merece vestir a farda que veste todos os dias!".
Ele foi e não veio, ele foi e não se despediu, ele seguiu e não me disse.
Se estou triste? Magoada? Zangada? Chateada? Estou, e muito. Mas já chorei tanto nos outros dias, que.. parece que tudo secou, sinto apenas uma revolução de sentimentos contraditórios.
Na verdade, ainda não estou em mim.
Acabou-se tudo. Um ano, de espera, um ano a lutar, para quê?
Para descobrir coisas que não tiveste tomates para me dizer?
És mesmo cobarde, espero que essa que escolheste queira o mesmo bem que eu te quis, que te ofereça tudo que eu tinha para te dar, todo este amor, meu deus. Será que quero? Não, não espero que ela seja assim como eu, ela que seja como é, e mais tarde irás pensar afinal quem te queria melhor.
Não estava nada há espera disto. E ainda tiveste coragem de me mandar uma sms a dizer "Não suporto o que tenho para te dizer, apesar de tudo sinto o que sinto por ti!" - O que sentes por mim?
Nem coragem tens para me ligar para dizer o porquê de tudo, eu estava tão confusa e não tiveste coragem de me ligar, .. mas agora entendo, agora descobri.
Não mereces nada do que fiz por ti, não mereces o apoio que te dei, não mereces que estivesse sempre "ali"!
Mas isto não acabou, ainda te vou dizer das boas, vais engolir todas as palavras que tenho para te dizer!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Cry for love..

I jumped to the water, I swam to the shore
Turned up at your doorstep, I slept on your floor
I woke up in panic, I dreamt you were gone
You're gone, you're gone
I stood there in silence with the damaged I've done
But now it's done, it's done so
...
A cry for love
:(
|imagem - we heart it| 




. ando assim


|imagem - we heart it|

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Uma carta para ti [6]

Amor? Estás aí? Onde te meteste?
Procuro por ti no tempo, mas não te encontro. 
Amor, onde estás?
Espero que não te tenhas perdido pelo caminho. Espero que não tenhas visto um outro caminho senão aquele que te trás até mim.
Amor? Ando angustiada, triste.
Hoje sonhei contigo. E estavas ali, tão perto de mim. Estávamos tão felizes. Quando acordei, pensei no sonho, uma chuva de lágrimas inundou o meu rosto. 
Porquê? Porque faltas-me tu aqui. Falta a tua voz que já não ouço há uns dias. Faltam as tuas palavras para suavizar os batimentos de preocupação do meu coração, falta a tua voz para me acalmar.
Amor? Eu estou aqui, e tu?
Apetece-me gritar ao vento. Quero que ele leve o meu eco até ti. Quero que ele te sopre ao ouvido como se fosse a minha voz.
Amor.. eu tenho medo, medo, muito medo. Dizes sempre "Não tenhas medo totó, eu estou aqui!", e eu sei que estás aí.. mas não estás aqui, por isso tenho medo.
Tenho medo que o tempo avance tão depressa, mais depressa do que nós mesmos.
Recordo-me muitas vezes dos dias anteriores, dos dias que não passaram assim há muito tempo, os dias da semana passada, em que estava tudo tão bem. Penso no dia de hoje, penso nos dias que passaram desde então, e não vejo o motivo por não estar a ouvir a tua voz, por não ler as tuas palavras, por não te estar a ver.
Lembra-te que eu estou sempre aqui, mas espero que te lembres a tempo.
Amor? Se estás aí.. não te esqueças que eu.. amo-te!

|imagem - we heart it|

domingo, 16 de outubro de 2011

D'Artacão e os Três Moscãoteiros - Ao tempo!!

Não sei bem porquê, mas ontem dei por mim no youtube a ouvir:

video

Recordo-me que, quando era mais nova, via sempre o D'Artacão. Adorava aquilo.
Deu-me umas saudades dessa altura!

Desafio desafio desafio desafio desafio desafio (...)

Pois é, a minha querida Bookworm, do blog "Mulheres que lêem são perigosas", enviou-me um desafio:

5 coisas para fazer antes de morrer:
  1. Tirar curso superior;
  2. Ter o meu próprio escritório de contabilidade;
  3. Ser feliz ao lado da minha alma gémea;
  4. Viajar, principalmente destinos paradisíacos; 
  5. Ter uma família grande e unida.
 5 coisas que faço bem:
  1. Fazer doces;
  2. Dar conselhos;
  3. Aventurar-me;
  4. Fazer os outros rir;
  5. Trabalhos [empenho-me totalmente];
5 defeitos:
  1. Orgulhosa;
  2. Teimosa;
  3. Penso demasiado;
  4. Desconfiada;
  5. Um coração muito mole.
5 coisas que adoro:
  1. Família e Amigos;
  2. Roupa;
  3. Ler/Escrever;
  4. Praticar desporto (adoro mesmo);
  5. Ouvir música [e cantar (embora mal);
5 coisas que destesto:
  1. Mentiras;
  2. Pessoas que fogem dos problemas, em vez de encara-los;
  3. Falsidade;
  4. Cogumelos;
  5. Pessoas demasiado pessimistas.
5 pessoas para passar o desafio:

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Só quero..

chorar..

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Parabéns a ti..

Parabéns a ti meu bem! 
 
Os restantes quero festejar contigo..
|imagem - we heart it|

Só quero isto, nem peço mais nada..

Quero deitar-me, adormecer e só acordar amanhã..


.. bem disposta!

 |imagem - we heart it|
 

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Vá, digam-me lá..

Também pertencem àquele grupo de pessoas, que quando sai à rua, se passarem junto de tudo o que é montra, olham para o vidro da mesma para verem o vosso reflexo? 
Para ver se o cabelo está bem?
Para ver a combinação da roupa? 
Etc, etc..!
Fazem parte desse grupo? Eu faço!
Pessoas vaidosas é o que dá!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

ÀS VEZES APETECE-ME ....

ESGANA-LOS,.. aos homens!!!!!!!!!
No meu caso apetece-me esganar-te a ti!!!

Sinceramente, não sei quem é mais totó, eles ou nós!
Eles por não nos responderem ou não parecerem preocupados ou o raio que os parta, ou nós por sermos as mesmas lorpas de sempre, que estão com o telemóvel na mão e sempre a olhar para o mesmo, há espera que ele diga alguma coisa!!!! 
Como já deu para reparar, estou um bocado fula, mas não há de ser nada!!!


Ahhhgrrrrr!!!!
Já não bastava, eu, sem querer pegar no ferro do cabelo 
na parte quente em vez do cabo e queimar-me??

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Leituras #1

Estou a ler:
"Segue o coração
Não olhes para trás"

     "Londres, 1842. Bastará uma boa acção para levar Matilda Jennings das ruelas lamacentas de Londres rumo às cintilantes luzes da América... Aquele podia ter sido um dia como tantos outros na vida de Matilda, uma pobre vendedora de flores. Mas aquele é o dia em que Matilda salva a vida de uma criança e recebe a mais preciosa das dádivas: a oportunidade de fugir da miséria e construir uma nova vida. Em breve trocará os bairros degradados de Londres pelos recantos misteriosos de Nova Iorque, as planícies do Oeste Selvagem e a febre do ouro em São Francisco. Munida apenas da sua coragem, beleza e inteligência, a jovem está apostada em ditar o seu destino, nem que para tal tenha de lutar contra tudo e todos. A sua rebeldia condena-a à solidão. Mas um dia também ela viverá as emoções de um verdadeiro amor. Um amor que terá de suportar a separação, a guerra e os tormentos do nascimento de uma nova nação. Será no Novo Mundo que Matilda vai aprender o que a sua infância não lhe ensinou: que todos nascem iguais, que a coragem e a generosidade são o que de mais nobre pulsa no coração humano, e que, por mais doloroso que seja, a vida tem de continuar e nunca se deve olhar para trás..." 
Nota: Até agora estou a gostar, mas ainda me falta muito para terminar, visto que o livro é grande e só comecei a lê-lo à pouco tempo.

Não é por nada.. mas já começo a ter algumas saudades

Eu adoro o Verão, adoro mesmo, o sol, o mar, o podermos vestir qualquer coisa..
Desde que me conheço, nunca fui de ter saudades do Inverno, do frio, da chuva, do vento (que despenteia o cabelo todo), mas.. sinceramente, já tenho saudades do tempo de Outono/Inverno. Estar bem agasalhada, (apesar de que nunca gostei de andar com muita roupa) usar botas, casacos, cachecóis, tomar um cacau quente sentada no sofá enrolada nos cobertores.. 
Não sei o que se passa comigo para andar nostálgica em relação ao tempo. Deve ser por causa dos belos dias de sol que tem estado e não poder dar um pulo até à praia.

|imagem - we heart it|

domingo, 9 de outubro de 2011

"A única forma de chegar ao impossível, é acreditar que é possível."
(Alice no País das Maravilhas)
 
Só é impossível, se não lutarmos para que se torne possível!
|imagem - we heart it|

sábado, 8 de outubro de 2011

Aquelas crianças mal educadas!

Sabem quando estão em algum lugar, numa loja por exemplo, e começam a ver uma a criança a correr de um lado para o outro, a fazer asneiras, aos berros, a falar mal, e depois os pais repreendem-na, mas esta continua aos berros, então os pais ignoram completamente as atitudes/asneiras do filho. - Às vezes até dá vontade de agarrar naquela peste e dizer para parar quieto - visto que os pais não fazem nada para pará-lo.
Hoje estava numa loja, e aconteceu precisamente isso. Os pais eram piores que ele. Deixam-no fazer tudo.
Eles também pareciam estar numa feira, falar alto, pareciam daquelas pessoas moradoras num bairro daqui da zona, que vivem de rendimento mínimo e que não têm respeito por ninguém.
A funcionária até perguntou: Onde é que ele aprendeu a falar assim?
- Com o pai e com a mãe, sem dúvida! - disse um primo
- Tá mas é calado, não fales de mais.
- disse a avó (acho).
E a minha mãe contou-me que há dias nessa mesma loja, enquanto experimentava uma peça de roupa, andava lá uma peste que em cada provador que passava abria a cortina, acho que a minha mãe deu-lhe  um sermão.. e depois a mãe dele falou mansinha para ele "ai, não faças isso, anda cá". Onde está a educação que os pais deviam dar?? O pior é quando os pais não a têm também.

Eu adoro crianças, mas estas que não têm 
educação nenhuma.. tiram-me do sério.

Detesto, mas detesto mesmooo ser bombardeada com sms's de pessoas que não me apetece, minimamente, falar!!!

Não gosto de pessoas persistentes (em certos casos), se digo não, é não!
Não gosto quando as pessoas me bombardeiam com sms's. 
Oh pah, vamos lá ver uma coisa. Se eu não respondo à primeira, segunda, terceira sms num dia, para que é que continuam a mandar mais nesse mesmo dia??
Se nos outros dias mandarem continuadamente, uma, duas, três .. sms's, e eu não responder, é porque não quero responder ou não tenho o telemóvel. Irra!!
Tiram-me logo do sério.
"Ai não respondes?" - "Não falas?" - "Não dizes nada?" - "Vamos marcar um café?" - "Gostavas de ir tomar um café comigo?" - Se eu quisesse muito, dizia logo, respondia.
Por norma, quando mando sms a alguém e a pessoa não me responde, não mando mais "Se quiser que mande, eu não mando mais!" (só se achar que a pessoa não viu ou não recebeu a sms) - detesto ser/parecer chata.., no entanto à pessoas que não percebem "indirectas".
Ainda há dias me chateei por causa disto. Disse que se não respondesse era porque não andava com o telemóvel (porque não tenho andado muito com ele, e não), então que não insistisse em enviar sms's, pois quando eu visse respondia.. "ai e tal, desculpa, não chateio mais!!" - e eu não respondi, não é que logo logo mesmo a seguir, enviou-me logo mais três mensagens no espaço de quatro minutos, e eu nem sequer tinha lido a primeira. 


 *E então quando escrevem extremamente mal, que não 
conseguimos mesmo perceber patavina, então aí é que me chateio!
|imagem - we heart it|

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Ler..

"Ler é como viajar sem sair do lugar.."

|imagem - we heart it|

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Eu digo sempre..

"Não devemos agarrar-nos demasiado a alguém!"  
E na verdade não sei como não fazer isso.
Confio sempre demasiado nas pessoas.. [agora nem tanto, já tive tantas desilusões, que por vezes até sou desconfiada demais].
Já não dou tanta confiança como costumava dar, mas mesmo assim.. "agarro-me" à ideia boa que tenho à cerca da pessoa.. e pronto.. muitas vezes é um passo para a desilusão.

|imagem - We heart it|

Há com cada uma..

Há duas semanas atrás, o meu irmão teve que ir ao banco, e não é que ele ia abrir a porta do mesmo, com a chave de casa??    ahahah 
Era bom sinal se as chaves de minha casa abrissem as do banco.
Acontece destas coisas. Eu há algum tempo, também queria abrir a porta de casa com a chave do carro.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Não me perguntem porquê...

Mas valorizo e gosto de saber que há celebridades que sabem cozinhar (e que cozinham) e que fazem tarefas como qualquer outra pessoa.

E descobri uma coisas em relação ao David Beckham que desconhecia.
Cliquem na imagem para saberem.
 
|imagem - David Beckham|

Quando mandarem alguma sms, certifiquem-se que é para a pessoa certa!

Eu sinceramente não costumo enganar-me muitas vezes no destinatário da mensagem. Verifico sempre o que escrevi e também vejo se o número está correcto. Mas por vezes claro que nem olho.. é sempre a andar, e acabo por me enganar, ainda para mais com telemóvel touch, que quando metemos o dedo clicamos em monte de coisas.
Mas este post não é para falar de mim..
O motivo deste post, é que na madrugada de Domingo para Segunda-feira, recebi duas sms's, que se o remetente fosse meu conhecido, nunca mais iria querer ver-me à sua frente, aliás, se me visse, talvez abrisse logo um buraco para se esconder!!
A sms continha vários erros, e vi-me grega para descodificar o que lá estava escrito, não tinha qualquer pontuação nem nada, no entanto, eu não conheço o número.
Passo a ditar o que estava escrito [e vou escrevê-las direitinhas] 
Às 4h43m:
"Queres? Fixe! E podes estar quanto tempo? Eu bazo de manhã e só venho no outro dia. Vou para a minha sobrinha no Montijo." - Li esta sms, e estava pedrada de sono, portanto imaginem-me a ler a sms cheia de erros, não percebi nada. A próxima sms é a mais "coisa", só a li de manhã quando acordei:

Às 4h50m:
"Já estás a dormir? Hoje estavas fodid* se tivesses ao pé de mim [não percebi bem essa parte]. Não estou cansada, nem tenho sono. Ai ai, vou te deixar dormir. Beijão fofo. Faz de conta que eu estou aí toda nua toda tua enroscada em ti. Dorme bem!"
Parti-me a rir!!! Aliás, a pessoa até pode ser o meu número e eu não ter o dela. De facto é constrangedor, e até seria para mim se ela passasse por mim, pois eu sorriria e ela nem saberia onde se meter.. e na verdade eu não quero saber da vida íntima de ninguém.
Portanto minha gente, tomem atenção antes de enviar alguma sms deste calibre e se se enganarem.. ao menos que seja para um desconhecido.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O SECRET ESTÁ DE PARABÉNS.. FEZ DOIS ANOS!

Não acredito, aconteceu outra vez, sou mesmo desnaturada!!!!
Já uma vez (aqui) me esqueci do aniversário do meu bebécas, e agora agora ainda pior, porque agora, só me lembrei no mês seguinte (um mês certinho). 
Mas pronto, quero agradecer a todos os seguidores e não seguidores, a todos que comentam o meu blog e àqueles que apenas o lêem, àqueles que gostam, e aos que não gostam (porque comentam na mesma a dizer que não gostam - não se pode agradar a todos, e também não escrevo para agradar. Escrevo o que me apetece e o que vai na alma) um muito obrigado por visitarem e partilharem as vossas opiniões, sem vocês não seria a mesma coisa.
Obrigada queridas(os).
Beijinho para todos vós!!
|imagem - we heart it|

Eu também acho..

 

Para mim, a distância, não passa de um mero teste.. para provar 
o quanto amamos realmente.


domingo, 2 de outubro de 2011

Daquelas brancas que nos dá de vez em quando!

Agora ao almoço, estávamos a falar de idades, até que o meu pai vira-se para o meu irmão:
- A, tens 22 ou 23?
- 22! ... ou 23? 
-Ui, eu acho que tens 23! - disse eu.
- Agora estou confuso. Acho que tenho 22!!! 
-Como é que podes ter 22 se eu vou fazer 20? Se fazemos 3 anos e 11 meses de diferença!
- Pois é, tenho 23, que confusão, eu a pensar que tinha 22!

Às vezes dá-nos cada branca! Já me aconteceu. 
E há dias foi a minha avó, também não se lembrava se tinha 73 ou 74.
 

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Mas é que é mesmo assim..

Que coisa!!
|imagem - we heart it|

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Dos diários escritos em miúda

Estava a arrumar umas coisas e encontrei um diário que eu escrevia quando era mais nova.
Comecei a ler aquilo, e só me ria. Praticamente só fala em rapazes, das paixonetas, mesmo daquelas coisas de miúda.
É mesmo engraçado, passado tanto tempo, lermos estas pérolas de quando éramos mais novas..

Pensar no escuro

Gosto de pensar entre a escuridão, .. tenho a sensação que todos os meus pensamentos se tornam mais claros e simples..

|imagem - we heart it|

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Malditos sejam estes vírus!!

Só no firefox é que me aparece a janela vermelha a informar do vírus, aqui no explorer não aparece, dá perfeitamente.
No entanto queria ver se resolvia o problema, não sei como fazer. Queria pedir a verificação do blogue ou lá o que é, mas nem sei como se pede. Fui até À página certa para pedir, mas não sei onde clicar nem nada para pedir! -.-

Help me!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Já estou aborrecida!!!!

Ontem deu-me uma tremenda vontade de fazer crepes. 
Eram sete horas da noite, quando comecei a procurar a receita que costumo fazer (daquelas que vêm na parte de trás da caixa da maizena). Abri as gavetas onde estão os livros das receitas, mexi, remexi, foi lá a minha mãe também ver se encontrava o raio da receita, e nada!! Acreditem ou não, parece que cada vez que vou fazer esses crepes, a receita anda sempre escondida, se a encontrar vou emoldura-la e espeta-la na parede da cozinha, assim ela não foge.
Como não encontrei a receita, fui tirar uma à net "Esta também deve ser boa", pensei eu.
Nove horas da noite, deitei os ovos numa tigela, quando leio que após feita, a massa, tem de descansar durante uma hora - "Fogo, já só vou acabar isto amanhã! Fogo!!" - já toda chateada, mas deixei a massa descansar, obviamente. 
Onze horas da noite, "Mãe, acho que vou fazer os crepes" - "A estas horas? Fazes amanhã!"
Hoje, onze horas da manhã, toda contente a fazer finalmente os crepes, quando faço algo, gosto de fazer em alguma quantidade, e só me deram seis, "Vou lavar isto, e faço já mais creme, e logo faço-os! .... Se calhar é melhor não, primeiro provo para ver se estão bons!". 
E assim foi, o aspecto está muito bonito, mas ..provei e sabiam a omeletes!!!!!
Bem me parecia, não levaram açúcar, já estava a desconfiar que não iam ficar com muito sabor. Assim, ficaram um pouco enjoativos.
Que nervos!
Vou ver se encontro a receita que quero, a já me encontrou uma da caixa da maizena, mas quero ver se é igual, senão faço um salame dos meus, que toda a gente adora! Pena que desaparece num abrir e fechar de olhos!
p.s. A minha mãe chegou agora a casa "Até não ficaram maus" 
- pois não, tive que pôr um bocado de açúcar em pó!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

É impossível esquecer #12

Ontem lembrei-me de uma coisa que se passou para aí há dois anos, recordei-me vagamente, e já nem sabia se tinha assistido a isso, se tinha sonhado, se tinha visto numa telenovela ou se tinha acontecido comigo.
Depois de puxar pela cabeça, sim, tive a certeza que se passará comigo.
O que aconteceu foi o seguinte: Estava eu e uma amiga, ambas a dirigir-nos para o centro da cidade, até que deparamos com uma rapariga a chamar por nós e a vir na nossa direcção..
"Ei, meninas meninas!" - olhamos para ela - "Posso pedir-vos um especial favor? Eu sei que não me conhecem de lado nenhum, mas gostava mesmo que me pudessem ajudar!". - "Sim, se podermos!" - É assim, eu disse ao meu pai que vinha ter com umas amigas, enquanto na verdade vim ter com o meu namorado e não quero que ele saiba. O problema é que o meu pai está aqui perto e vem ter comigo para dar uma coisa. Será que vocês podem fazer de conta que são minhas amigas?"
Aceitamos, também coitada da rapariga. Estivemos a trocar pequenas informações, os nomes para apresentar ao pai e tal.. 
Chegou o pai, estavamos com ar de envergonhadas/e malandras por estarmos a "mentir" (nós não, a rapariga), o senhor foi muito simpático e perguntou onde íamos, ao qual respondemos que íamos passear por ali e ver lojas - "Vá, nota-se que tens boas amigas, então portem-se bem!" - e ficamos juntas até perdermos a vista do senhor.
Bem, a rapariga agradeceu tanto tanto!
Não deixa de ser um episódio engraçado.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Dos Espíritos e outras coisas sobrenaturais

Já falei aqui uma vez sobre espíritos - neste post  - e disse que um dia contaria algumas coisas estranhas que me aconteceram.
Quando era mais nova, talvez nos 13 anos de idade, as minhas duas primas (mais novas dois anos) andavam sempre com a ideia de jogar ao jogo do copo, eu dizia sempre que não queria e que jogassem elas sozinhas. E foi o que elas fizeram mas não deu resultado "Oh, tens de fazer connosco, senão não há energia suficiente" - foi mais ou menos isso que disseram - e pronto, lá fui eu fazer-lhes a vontade.
Inicialmente estavamos um pouco nervosas e receosas, não sabíamos o que esperar dali. Mal o copo se mexeu, tiramos logo o dedo, ficamos todas tolhidas. Mas nem por isso deixamos de jogar. Passaram dias e parecíamos viciadas. 
Numa noite, dadas as badaladas da meia noite, jogamos a três, juntamente com três tias nossas, mas não aconteceu nada de que já não fosse normal para todas.
Num certo dia, em que "apareceu" um espírito com nome inglês, questionamos se conhecia alguém presente na mesa, ele dissera que sim, que conhecia a minha prima J. Ficamos um quanto perplexas.
Paramos de jogar, e a minha prima J começa a receber mensagens em branco e sem remetente, o que nos deixou assustadas. Uns minutos seguintes ligaram para a minha prima S,:
- S? Tinhas-me dito que tens jogado ao jogo do copo com as tuas primas, estiveste a jogar agora? - era uma amiga dela.
- Sim estivemos! Porquê?
- O meu primo que está na inglaterra ligou-me a dizer que um amigo dele dissera que alguém ligado a mim estava a jogar ao jogo do copo, mas ela que avise para não jogarem com regras!! - ficamos em estado de choque - Como é que ele sabia??
Nesse dia, há noite, voltamos a jogar. Fechamos tudo no quarto, pusemos velas, uma mesa de centro, e tudo preparado para jogarmos, apagamos as luzes.. e mantivemos-nos concentradas. - eu estava de costas para a cama, a J estava à minha frente, de costas para a porta da sala, e a S, estava de costas para a janela e de frente para um espelho - o copo começou a mover-se, passados uns instantes, a minha prima S deu um grande grito, olhei de imediato para ela,  estava pálida, mesmo branca - "socorro socorro, estou a ver o meu cabelo a levantar-se, olha no espelho!!" dizia ela em tremenda aflição e a chorar - "S, não estou a ver nada!" levantei-me de imediato e passei as minhas mãos no cabelo dela. Foi instalada a aflição, saímos daquele quarto a fugir de medo. Mas depois voltamos para dormir lá, nem sei como conseguimos. 
No último dia que íamos passar em casa da avó delas (minha tia), jogamos antes do almoço, perguntamos o que faziam as nossas mães, após nos ter dito, ligamos para elas para confirmar, e tudo batia certo. Depois enquanto jogávamos, o espírito disse que tinha algo para me dizer, mas eu não quis saber, fiquei tão assustada com o que pudesse ser, que só queria acabar aquilo ali.
E pronto, até hoje nunca mais joguei a isso.. éramos as três novitas, sempre a armar das nossas, e aquilo até podia nem ter sido nada demais, para além de brincadeiras nossas, mas mesmo assim, hoje não me atrevo a jogar, não sei se acredito ou não no facto do copo mexer-se sozinho ou se somos nós que o movemos (há quem diga que é isso que acontece) e tal.. mas aquelas coisas aconteceram.. e basta para eu não querer mais nada com esse tipo de jogos.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Falar durante o sono..

Desde há uns anos para cá, dou sempre fé de quando falo enquanto durmo. 
Ou seja, estou a dormir e dou por mim a chamar por alguém, ou outra coisa qualquer, abro imediatamente os olhos e penso - Ui, eu estava a falar?! - riu-me, viro para o outro lado e volto a adormecer.
Hoje de manhã, acordei comigo a dizer "olhaaa"... mas sinceramente nem me recordo do que estava a sonhar!
E uma vez acordei comigo a escrever uma sms na mão, como se tivesse com o telemóvel e com os dedos como se tivesse a escrever nas teclas - que coisa pateta!
E vocês, dão fé de quando falam durante o sono?


 
|imagem - we heart it|

sábado, 10 de setembro de 2011

Tenho andado a pensar...

"E se eu fizer um curso de culinária?" - já pensei nisso algumas vezes. 
Nunca abordei esse assunto com ninguém. Mas hoje, enquanto eu e a minha mãe estavamos na cozinha a fazer bolos, diz-me ela - "Oh M, se não fosses trabalhar, podias tirar um curso de culinária? Olha que era uma coisa que eu gostava de fazer!" - Sinceramente, só me fazia bem, aumentava o meu conhecimento a nível de refeições assim como a preparação das mesmas.
 
E eu até gostava.
 
 
 
 
 
 
|imagem - Colette - Ratatouille|

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Lá para a fome...

Detesto que me dê a fome quando já estou na cama!!
Só a preguiça de me levantar, abrir a porta do quarto devagar, para não acordar ninguém, fazer o mesmo com a porta do corredor e seguidamente da cozinha, ligar as luzes todas [sim, tenho de acender senão é demasiado escuro para o meu gosto, vocês entendem-me], ir ao frigorífico e não ver nada que apeteça, abre armário, fecha armário, abre novamente frigorífico, olhar.. nada que apeteça, depois penso "vou comer cereais" - "não, vou beber só leite, é isso" - "com chocolate ou sem chocolate?" - "pim pam pum cada bala mata um, para a galinha para o pirú, quem se livra és mesmo.. tu" - "ok, sem chocolate" - "ah, mas como uma bolacha também".. e depois disso tudo, tenho preguiça também de ir lavar novamente os dentes.
Portanto, como tenho alguma fome,

vou desligar o pc e tentar dormir para ver se a fome vai embora!
eheh

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

E eu, que já não tenho emenda?

Deito-me sempre tarde! Já quando tinha aulas, lá por volta da uma e meia/duas e tal é que me deitava. Agora estou de férias, ou, sem nada para fazer, no entanto vou para o meu quarto, portátil nos joelhos e fico ali até quase às três da manhã, às vezes ainda quero ler, mas a essa hora já estou k.o!
Depois o problema é que não consigo adormecer logo, vira para um lado, vira para o outro, liga a tv, faz zapping, desliga a tv, e o sono não pega.. o que acaba por me irritar. 
Mas o maior o problema é de manhã, para acordar..., acordo sempre mais cansada do que quando me deitei. E ainda para mais sou uma pessoa que sonha muito, mas são sonhos parvos que exigem muita habilidade e capacidade raciocínio rápido, ou sonhos assustadores, o que faz com que o meu cérebro trabalhe toda a noite.
Portanto, para finalizar, imaginem a minha cara de sono, tipo cabelo todo despenteado e com os olhos semicerrados, cansadíssima e cheia de sono. 
 Volta caminha querida, volta, eu perdoo-te!
Às vezes faço o que está na imagem.
|imagem - we heart it|
 

domingo, 4 de setembro de 2011

Together can never be close enough for me..

(...)
Together can never be close enough for me
Feel like I am close enough to you
You wear white and I'll wear out the words I love you
And you're beautiful
Now that the wait is over
And love has finally shown her my way
(...)
Promise me
You'll always be
Happy by my side
I promise to
Sing to you
When all the music dies
(...) 
|imagem - we heart it|

sábado, 3 de setembro de 2011

Deixam-me com os nervos em franja!!

Aquelas pessoas que se exibem, pensam que estão a fazer grande figura e no entanto estão é a fazer figura de palhaços.
Há bocado fui às compras, e estavam dois rapazes com os seus 17/18 anos de idade (deviam ser irmãos) sempre a fazer coisas que chamassem à atenção, coisas palermas, como atirar os pacotes de cereais um ao outro, ou andarem sempre de um lado para o outro, riam-se e olhavam, pegavam em tudo e só disparatavam, faziam alguma coisa e olhavam para ver alguém estava a ver.. (que era o que queriam).
Mal sabiam o que eu estava a pensar -.- 
Patetas!

De facto é assim..

À dias dei por mim a pensar, como temos tantas perguntas e tão poucas respostas.



Que tal?

Já estava na altura de mudar o look do Secret. 
Está aprovada a nova imagem do meu cantinho?


sexta-feira, 2 de setembro de 2011

O meu sorriso começa a iluminar-se

.. "em breve estarei aí", mas só acreditarei quando sentir o toque das tuas mãos, os teus dedos entrelaçadas nos meus.
Quando sentir a tua respiração na minha face,
sentir o teu perfume.
Quando te poder abraçar, sentir os teus braços à minha volta, aconchegada e segura.
Só acreditarei, quando sentir os teus lábios tocarem nos meus..

 

 |imagem - we heart it|

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Waiting..

"Waitin', watchin' the clock, it's four o'clock, it's got to stop/
(...)
Can't find a better man
She loved him, yeah...
She don't want to leave this way
She needs him, yeah...
That's why she'll be back again
Can't find a better... man
(...)"
Pearl Jam - Better Man
|Imagem- we heart it|

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

É só para me tirar do sério, só pode!!!!


Fico tão fula mas tão fula, quando gasto o meu latim, e quando me preocupo em pelo menos dizer algo, e responde(m-me) "Iap", "Lol", tipo essas respostas mesmo curtas e frias (parecendo que vêm do Polo Norte), a sorte é que é por sms, porque a minha vontade de espetar com o telemóvel no nariz.. !!!! Grrrrr
Fico logo chateada e sem vontade de falar. 
Para parecer que estão a fazer esforço, tipo um frete, para falar comigo, dass, mais vale não falar.
Masé... corto logo!



Ah, e não gosto nada depois quando tentam 
amansar a fera com falatório todo manso!



|imagem - Tyra Banks|

É que acho que..

..já ninguém chora a ver desenhos animados!
Mas serei eu, diferente???!!
Recordo-me quando tinha para aí 10 anitos, fui com o meu irmão ao cinema ver um filme dos "Pokemon", e houve uma altura em que o Picatchu desmaiou, então o Ash estava a chorar, pensando que o Pica tinha morrido, (ou foi ao contrário, já não me lembro bem), no entanto, ao vê-lo chorar, comecei a chorar baldes de água, mesmo.
E eu a pensar que a parvoeira já tinha passado, não. Estou a ver "UP! Altamente!", e no início a esposa do principal morre, e sem ele ter satisfeito a vontade dela (morar nas Cataratas), e pronto, veio uma lágrima para o canto do olho.
São só desenhos animados, come on!
-.-

sábado, 27 de agosto de 2011

Já tenho saudades de..

banhos de mangueira!
No verão, ia para o terreno da minha casa e andava lá a brincar com o resto da família, a molhar-nos uns aos outros com a mangueira. Quando eu e o meu irmão éramos mais novos, juntamente com as minhas primas, colocávamos a mangueira no chão, ligávamos a água e começávamos a fugir, pois a mangueira parecia uma serpente, e andávamos no meio dela para nos molharmos. Sabia bem, era refrescante.

Das almas gémeas (?)

    Hoje estava no banco com o meu pai, e enquanto olhava para um dos funcionários pensei:
"Apesar de ter estes tiques, que quase parecem questionar a sua orientação sexual, ele é casado e tem filhos!" - "Não importa como cada fulano(a) é, pois, acaba-se sempre por encontrar alguém, apesar de certas circunstâncias ou defeitos. Mas será que encontram a sua alma gémea?
     As pessoas apaixonam-se, amam, e ficam com a pessoa pela qual o sentem, e param de "procurar". E será que essas pessoas ficam com a sua cara metade, apesar de se sentir bem com o(a) tal, apesar de ama-la, será que é a pessoa a quem podem dar todo o amor que têm para dar? Ou então há pessoas que ficam com a pessoa que amam, pensando que não haverá um amor maior por outro alguém, esse que pode ser a sua verdadeira alma gémea?!".

Não me perguntem porque é que me pus com estas teorias, ainda para mais, perante o cenário em que me encontrava.
O assunto até pode ser parvo, ou não ter lógica, e até acho que não me expressei muito bem, não sei como explicar, mas interroguei-me com essas perguntas!
"Será que todos acabam por encontrar a sua cara metade? Será que há diferença no amor que se sente por uma pessoa que "estaria destinada" a partilhar todos os momentos, toda a vida, entre o amor que se sente por uma pessoa, que não é a sua alma gémea?!
Perceberam?! --.
|imagem - We heart it|